Os últimos meses do ano, além de ser intenso pelo final do ano letivo e as festas de fim de ano, também é uma data muito importante para os alunos formandos que buscam uma vaga nas universidades. Pensando nisso, nossa escola selecionou algumas histórias de jovens que ousaram pensar diferente, que seguiram o chamado do coração e que estão mudando o mundo! Conhecer histórias de jovens que estão fazendo o que amam e realmente fazendo a diferença, é uma ótima forma de achar inspiração para fazerem o mesmo. Conheçam baixo a história deles:

Fisayo Longe (28) nasceu na Inglaterra e passou a sua infância na Nigéria, tendo retornado à Inglaterra para finalizar o Ensino Médio e ingressar na faculdade de Direito. Depois de ter obtido notas muito baixas, decidiu parar os estudos e fazer um estágio em uma empresa de consultoria. Finalizado o estágio, embarcou para uma viagem à Ásia, onde teve a inspiração para iniciar o próprio negócio: decidiu que precisaria se dedicar à sua paixão por moda, que ela já expressava em seu blog de sucesso sobre moda e viagens. Criou, então, a Kai Collective, uma marca de roupas que trabalha com uma diferente padronagem de tecidos e com a valorização de diferentes corpos femininos. A coleção Gaia, lançada em 2020, foi um enorme sucesso, tendo alcançado forte repercussão na mídia.

Além de ser uma figura de linguagem, a sinestesia é uma condição neurológica que faz com que um estímulo em um sentido do corpo provoque reações em outro. Isso gera uma soma entre os sentidos, misturando visão, audição, olfato, paladar e tato. Uma pessoa que tem esse tipo de condição neurológica pode ouvir cores ou sentir sons, por exemplo, e isso acontece por meio da percepção e não da imaginação ou da memória. Esse é o caso de Jack Coulter, que, aos 26 anos, já é um aclamado pintor abstrato. Para desenvolver suas obras, ele escuta os mais diversos tipos de música, que ganham formas abstratas em suas mãos. Coulter nunca usa objetos convencionais da pintura, como pincéis, para dar forma à sua audição colorida. Mas vale ressaltar que o fato de ele ser um sinesteta não lhe garante a criação artística. Isso é resultado de seu trabalho e do uso que ele faz de sua condição neurológica. Aos 21 anos, sua tela intitulada “21” foi adquirida pelo Arts Council Collection of Northem Ireland, a mais vista coleção de arte moderna e contemporânea do Reino Unido. Recentemente, desenvolveu um trabalho interessante para marcas como Calvin Klein e Chanel, em que transcreveu seus perfumes para linguagens visuais.

Aos 21 anos, a modelo inglesa Charli Howard foi rejeitada por uma agência de modelos londrina por ter sido considerada “gordinha”, quando era apenas uma pessoa de corpo considerado “normal” para os padrões cotidianos. Ela escreveu, então, um longo desabafo no FB, que viralizou. Como resultado, foi entrevistada em uma importante rede de televisão inglesa. Charli foi, então, contratada por uma agência americana. Começava ali não apenas uma carreira de modelo de sucesso, mas uma vida de ativista em relação aos padrões estéticos. Howard escreveu 3 livros; o último deles é uma história para crianças cuja intenção é ajudar as meninas a entenderem que elas podem ter um corpo diferente. Recentemente, fundou uma marca de produtos para cuidados da pele, que tem como uma de suas metas criar produtos para peles verdadeiras. É uma marca inclusiva, que batalha pela aceitação de diferentes tipos de corpos e de pele.

Em março de 2020, durante o lockdown na Inglaterra, o atacante Marcus Rashford (23), do Manchester, uniu-se a um grupo que entregava comida às crianças que ficaram sem a merenda escolar na cidade de seu time. Sua iniciativa rendeu à ONG FareShare mais de 20 milhões de libras esterlinas, que alimentaram cerca de 400.000 crianças por toda a Inglaterra. Em junho de 2020, Rashford escreveu uma carta aberta ao governo inglês em que pediu mais ação para acabar com a pobreza que afetava as crianças. Como resultado disso, o governo alterou sua política pública com relação à alimentação das crianças, que, nos quase três meses das férias escolares daquele verão, puderam se alimentar nas escolas. A atitude de Rashford acabou por atingir, naquele momento, cerca de 1,3 milhões de crianças que estariam desassistidas nos momentos mais densos da pandemia. Rashford é considerado um sucessor do melhor estilo de nosso Ronaldo e usou sua velocidade e boa pontaria para fazer um golaço fora dos campos e alimentar tantas crianças.

Jesaja Brinkmann (29) é o cofundador e CEO da Cara Care, uma empresa, localizada em Berlim, que trabalha com aplicativos para o cuidado com a saúde. A empresa desenvolveu um aplicativo que traz uma terapia digital para pessoas com problemas de estômago. Jesaja estudou filosofia e medicina na University of Würzburg e Hamburg e, posteriormente, desenvolveu uma pesquisa sobre o diagnóstico de câncer do pulmão na Harvard Medical School. O aplicativo desenvolvido por sua empresa tem mais de 700 mil usuários e já faturou 11 milhões de dólares desde 2016. A estrutura do aplicativo leva à transformação dos hábitos do usuário, pois identifica os hábitos de alimentação e propõe mudanças cotidianas. A Cara Care oferece, assim, uma útil união entre tecnologia, medicina e educação, que tem impactado positivamente a vida de seus usuários.

Ficha de matrícula


    SimNão



    SimNão

    SimNão

    IndicaçãoRedes SociaisOutro meio

    Vínculo com a família

    Acreditamos firmemente que a união entre o Colégio e a família é essencial para que o aluno tenha um desenvolvimento educacional completo e tranquilo. Um dos benefícios entre a proximidade Família e Escola, é poder, juntos, alinhar as expectativas em cima do ensino e da evolução das habilidades socioemocionais, que tornarão os alunos em membros críticos e ativos da comunidade, afinal o objetivo comum dessa relação é oferecer ao aluno, boas condições de crescimento e aprendizagem.

    Dedicamo-nos sempre para ter um convívio próximo com os pais, de forma que estejam sempre cientes dos passos de seus filhos no colégio. É através de contatos on-line e pessoais, sejam eles pré-agendados ou no dia a dia normal da escola, que todas as áreas do colégio buscam fortificar esse vínculo e sempre e colocar-se à disposição das famílias. Para que o contato seja constante e efetivo, assim, independente do formato, no colégio, buscamos sempre envolver as famílias na nossa cultura de ensino humana.

    Projetos e eventos

    Durante todo o ano letivo realizamos diversos eventos e projetos pedagógicos que contam com muito envolvimento da família e da comunidade. Esses projetos e eventos são fundamentais para o desenvolvimento de habilidades e competências necessárias para os alunos, de maneira mais eficiente do que no dia a dia da escola, e por isso se tornam um pilar importante da nossa proposta educacional.

    Eventos como Feira Cultural e Festa Regional oferecem um momento único para reunir no colégio, todas as pessoas responsáveis por dar vida ao processo educacional dos alunos, e são tão impactantes na vida dos estudantes, que comumente contam com a presença de diversos aluminis. O jeito Mundo Atual de fazer educação preza pela dedicação e amor em todos os momentos, fazendo com que os eventos realizados sejam uma ótima oportunidade para mostrar para toda a comunidade escolar, o quanto que os nossos alunos são capazes de expressar seus conhecimentos e habilidades.

    Além, projetos pedagógicos realizados durante as aulas e no dia a dia do colégio, também se mostram importantes, pois diversificam o modelo das aulas e o clima no colégio e com os seus diversos formatos, desafiam os alunos a realizarem atividades e solucionar problemas. Projetos como Webdesafio e Páscoa Solidária são exemplos de como momentos desafiantes unem a comunidade escolar e trabalham tanto o pedagógico, quanto a solidariedade com os alunos.

    Ensino humano

    Uma das características mais marcantes da sociedade moderna tem sido o rompimento dos padrões e sua capacidade de produzir e se adequar às mudanças sociais. Acredita-se que educar não é apenas instruir, mas oferecer uma experiência significativa que prepare o aluno para a vida. Considerando esses pontos, o pilar de Ensino Humano, busca justamente enxergar o aluno como um ser humano único, com uma tratativa repleta de cuidado e afeto.

    Essa atuação é concretizada com a nossa cultura escolar, que sempre incentiva o envolvimento de todas as partes da nossa comunidade, tendo por consequência a sensação de lar no nosso ambiente físico. O ensino de habilidades socioemocionais e socioambientais complementam essa cultura.

    Em todas as frentes do colégio, do pessoal de atendimento à direção, da inspeção de alunos à coordenação, e todos as outras áreas, fazemos o possível para auxiliar no ensino dos alunos, de forma que a preocupação não é só a educação formal, mas inclusive a cívica, ética e socioambiental. Entendemos que estamos moldando cidadãos que ajudarão a melhorar o mundo, e todos fazem parte desse processo.

    Base legal

    Assim como descrito no valor de Integridade do Colégio, trabalhamos de maneira íntegra no cumprimento das leis, por isso que uma base legal forte é um dos pilares da nossa proposta educacional. Juntamente com a culta escolar humana, baseamo-nos na ideia justiça e equidade para trabalhar e para ensinar os nossos alunos, para que assim se tornem cidadãos éticos. Todos os processos realizados no Colégio são norteados pelas leis e normas determinados pelos órgãos responsáveis.

    Uma dessas normas que influencia toda a proposta educacional é a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), que determina quais são os conteúdos que serão passados aos alunos em cada um dos anos de sua carreira escolar. Além, essa regulamentação tem um perfeito casamento com a nossa metodologia, abordagem e sistema de ensino que buscam sempre aperfeiçoar habilidades e competências fundamentais dos alunos.

    Componentes curriculares

    Os componentes curriculares seriam como os ingredientes chave dessa receita de sucesso. Evidente que junto deles, todos os outros pilares seriam partes importantes, porém, os componentes são conteúdos indispensáveis determinados pelo governo para a educação básica. Observe como dividimos nos seguimentos os componentes curriculares:

    • Educação infantil
    • Educação fundamental (anos iniciais)
    • Educação fundamental (anos finais)
    • Ensino médio

    Metodologias ativas

    A Metodologia Ativa de Aprendizagem é uma concepção educacional que coloca os estudantes como principais agentes de seu aprendizado. Os benefícios dessa metodologia consistem em desenvolver a autonomia, confiança, protagonismo, colaboração, senso crítico, empatia e responsabilidade do aluno. Por isso, ela se torna um pilar essencial na nossa proposta educacional.
    Essa metodologia é composta por 5 elementos, e todos são utilizados de forma que complementa a própria avaliação de desempenho ao final de cada trimestre, pois abordam áreas importantes no desenvolvimento educacional. Confia abaixo os 5 elementos:

    • Aprendizagem baseada em projetos: desafia os alunos a adquirir conhecimento por meio da solução colaborativa de projetos.
    • Aprendizagem baseada em problemas: proporciona o aluno a desenvolver capacidade de construir aprendizado conceitual, procedimental e atitudinal por meio de problemas propostos que o expõe às situações motivadoras e o prepara para o mundo.
    • Sala de aula invertida: o estudante tem acesso a conteúdo de forma antecipada, fazendo com que tenha um conhecimento prévio sobre o conteúdo a ser estudado.
    • Aprendizagem entre pares ou times: proporciona a oportunidade, seja em um estudo de caso ou em um projeto, que os alunos resolvam os desafios e trabalhem juntos, o que acreditamos ser benéfico na busca pelo conhecimento, e no mercado de trabalho.

    Tecnologia

    A tecnologia se torna um pilar importante na nossa proposta educacional, ao passo que ela faz parte do dia a dia de nossos alunos. Uma das nossas abordagens de ensino é o incentivo do seu uso de maneira consciente e responsável. Os nossos professores instigam os alunos a aprender a buscar informações confiáveis e de qualidade na rede, além de utilizar na explicação de conteúdos e na avaliação dos conhecimentos, a plataforma Plurall.

    Além disso, o colégio conta com uma estrutura física tecnológica que auxilia na concretização do modelo de aprendizagem que une o mundo digital com o concreto, como sala de informática, projetores nas salas de aula, netbooks e lousas digitais

    Sistema de ensino Anglo

    O sistema de ensino que escolhemos utilizar no Colégio é o Anglo. Ele associa a experiência e conhecimento dos professores que por ele passaram ao talento e garra dos seus sucessores e daqueles que estão chegando, completamente sintonizado com as novas diretrizes do MEC. O seu lema inicial – “Aqui se ensina, aqui se aprende” – permanece em vigor, e a sua meta é uma só: ensino de qualidade, sendo um ótimo casamento com os nossos objetivos.

    Esse sistema de ensino caracteriza-se pela constante inovação e pioneirismo em mudanças marcantes na história da educação básica do país. Conta com um material didático completo que trabalha todas as habilidades e competências necessárias para que tenham uma carreira escolar invejável. Além, dispõe de uma plataforma de ensino digital, o Plurall, que é repleta de materiais como vídeos, listas de exercício, apostilas digitais, e outros, para complementar os estudos dos alunos.

    O Anglo é percursor na busca por uma educação mais conectada com o dia-a-dia dos alunos, e alcançou renome nacional defendendo os conceitos de contextualização e interdisciplinaridade. E a regra de ‘aula dada, é aula estuda’, muito utilizada pelas escolas do sistema de ensino Anglo, se tornou um dos nossos dizeres no colégio.